Histeroscopia

A histeroscopia (ou videohisteroscopia) é um procedimento que permite o diagnóstico de doenças intrauterinas, como pólipos endometriais e endocervicais, mioma uterino submucoso, septo uterino, sinéquias, adenomiose e malformações. A via de acesso é o próprio colo do útero (via vaginal), não sendo necessário realizar cortes na pele.

Porque a Histeroscopia é importante?

A histeroscopia pode ser indicada para descobrir a causa do sangramento uterino anormal, para avaliar alterações do útero relacionadas à forma, tamanho ou qualquer outra alteração que possa estar relacionada à infertilidade. A histeroscopia pode ser feita antes da fertilização in vitro, apesar de não ser preconizada como obrigatória pelas sociedades de reprodução humana, como a ASRM (americana) e ESHRE (europeia). Assim, acaba sendo mais indicada quando há suspeita de alterações uterinas, como após um ultrassom que sugere algo de diferente ou em casos de falha de tratamento.

Entre as principais indicações diagnósticas estão:

  • Infertilidade;
  • Abortamento habitual;
  • Sangramento uterino anormal;
  • Pólipo endometrial;
  • Mioma uterino submucoso;

Como funciona a histeroscopia diagnóstica?

A histeroscopia diagnóstica é um exame realizado para observar a cavidade uterina e o canal cervical. A grande vantagem é a possibilidade de ser feita em laboratório sem o uso da anestesia e sem requerer internação.

Para sua realização, introduzimos por via vaginal um instrumento com estreita ótica que varia de 1,2 a 4,0 mm de diâmetro e que permite a visualização da vagina, do colo do útero e do interior do útero. Por meio de uma câmera, conseguimos ver com clareza se há alguma alteração durante o exame; por não precisar de anestesia, a paciente pode voltar à sua rotina após o procedimento. Quando existe dificuldade no trajeto, principalmente na passagem pelo colo do útero, o exame pode ser doloroso e deve ser feito com anestesia.

Caso a histeroscopia diagnóstica acuse alguma alteração, é indicada a histeroscopia cirúrgica, realizada em ambiente hospitalar, sempre com anestesia.

A equipe de ginecologistas da VidaBemVinda é especializada em Endoscopia Ginecológica pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e capacitada para realizar todos os tipos de cirurgias histeroscópicas como polipectomia, miomectomia, septoplastia, lise de sinéquias, entre outras.


A histeroscopia é um exame importante na investigação da infertilidade em alguns casos. A principal recomendação médica é de que ele seja feito com segurança e conforto, em locais e com profissionais de confiança. E a partir dos resultados, é possível programar a histeroscopia cirúrgica e/ou indicar tratamentos de reprodução assistida, como a fertilização in vitro.

Fale com a VidaBemVinda