Saúde Sexual

saude-sexualDra. Nelly Kim Ami Kobayashi
CRM-SP 129.368

Formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) com especialização em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital das Clínicas da FM-USP.

Possui Título de especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO).

Especialização Master em Sexologia pela Universidade de Pisa, na Itália, em 2013. Atuou como médica colaboradora no setor de sexualidade no Departamento de Ginecologia do Hospital das Clínicas da FM-USP.

Atualmente é médica da Clínica VidaBemVinda e pós-graduada em Sexualidade Humana pela FM-USP.

Saúde Sexual

Saude-sexual

Como ter uma boa Saúde Sexual?

Segundo a Federação Internacional de Planejamento Familiar, a Sexualidade é um aspecto central da vida do ser humano. Envolve a atividade sexual, as identidades de gênero, a orientação, o prazer, a intimidade e a reprodução. A Sexualidade humana faz parte da personalidade de cada um. é uma necessidade básica do ser humano! A sexualidade não é sinônimo de relação sexual e não depende do orgasmo.

Sexualidade é muito mais do que isso. É a energia que motiva amor, o contato e a intimidade, expressada através dos sentimentos e no momento em que tocamos e somos tocados.

“O sexo torna as pessoas mais inteligentes, graças a estas experiências que são armazenadas e que podem ser usadas mais tarde em outras áreas da vida, não ligadas ao sexo.” (Dr. Werner Habermehl)

Saúde Sexual

A importância da Saúde Sexual

Apesar de parecer (e ser!) um tema um pouco amplo, manter uma boa saúde sexual traz vários benefícios:

  • Melhora a pele;
  • Ativa a circulação sanguínea;
  • Melhora a incontinência urinária;
  • Estimula a inteligência: capacidade de concentração, memória e criatividade;
  • Melhora a qualidade do sono, dores de cabeça, dores articulares e cólicas menstruais;
  • Estabelece maior vínculo com o parceiro;
  • Constitui a base para uma função reprodutiva adequada;
  • Exercita a musculatura pélvica (músculos da bexiga, ânus, pênis e vagina);
  • Melhora a imunidade;
  • Promove o bem-estar psíquico e emocional: diminui estresse, melhora a auto-estima, a disposição e o humor e diminui de depressão e ansiedade;

Além disso tudo, o sexo pode evoluir para algo mais íntimo e mais prazeroso do que antes!

Saúde Sexual

Como ter uma boa Saúde Sexual?

Saúde sexual

Ser sexualmente saudável é estar livre de doenças, medos, violências e preconceitos. É sentir-se confortável com a sua sexualidade.

As pessoas querem evitar os problemas relacionados ao sexo e poder desfrutar o melhor da sua vida sexual.Para ter uma boa saúde sexual, é importante que você se sinta confortável consigo mesma, com o seu parceiro ou parceira e com as atitudes que vocês tenham.

O diálogo sincero é fundamental.Evite começar algo que possa causar constrangimento ou desconforto. E isso vale tanto para um casamento de 20 anos, quanto para a primeira relação sexual de um relacionamento.

A Saúde Sexual é tão importante quanto a Saúde Física, pois também beneficia a Saúde Mental.

Saúde Sexual

Quando procurar ajuda?

Cerca de 40% das mulheres sexualmente ativas procuram a ginecologista por falta de desejo sexual ou dificuldade de excitação. Ou seja, talvez a prevalência dos problemas de saúde sexual seja muito maior que 50%, já que poucas mulheres buscam ajuda especializada.

Saúde sexual

A mulher geralmente procura ajuda médica por:

  • ausência de interesse ou prazer nas relações sexuais;
  • dor durante as relações sexuais, principalmente na penetração vaginal;
  • dificuldade de ter orgasmo.

Saúde sexual

O homem busca o especialista por questões relacionadas ao desempenho sexual:

  • ejaculação precoce;
  • dificuldade de obter ou manter ereção.

“Por que certas cores viva excitam prazer? Não é algo que possa ser explicado, eu presumo, não mais do que a razão pela qual certos sabores e aromas são agradáveis; mas o hábito tem a ver com o resultado, pois o que de início é desagradável aos nossos sentidos acaba se tornando agradável , e os hábitos são herdados.” (Charles Darwin)

Saúde Sexual
 a

Avaliação médica especializada em Saúde Sexual

Menos de 10% dos médicos perguntam sobre queixas sexuais nos consultórios e poucos profissionais se dedicam ao campo da Sexualidade e Saúde Sexual.Encontramos psicólogos, psiquiatras, ginecologistas e urologistas, além de profissionais de outras áreas não relacionadas à saúde.

Sendo a Saúde Sexual parte da saúde geral da mulher e do homem, a consulta com um médicoespecialista em sexologia pode ser mais completa pois ele tem a competência de excluir doenças e outras causas relacionadas a alterações sexuais, através da anamnese (história clínica), exame clínico e físico e exames complementares.Diversas doenças podem resultar em disfunções sexuais.A ginecologista pode fazer um diagnóstico de atrofia genital por hipoestrogenismo em uma paciente com dor na relação sexual (vaginismo, dispareunia), tratando adequadamente com terapia hormonal. A diminuição do desejo sexual pode ser uma manifestação de uma doença de base, como o hipotireoidismo, por exemplo.

Assim, acreditamos que não basta a mulher ou o homem procurarem ajuda para problemas relacionados à saúde sexual. É fundamental que essa ajuda seja realizada por profissionais especializados em Sexologia, com base em evidências científicas sérias.