Tempo de Leitura: 2 minutos

e acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as mulheres brasileiras estão esperando mais tempo para serem mães, priorizando a gestação após os 30 anos de idade.

Por esse motivo, a busca pela preservação de fertilidade tem sido cada vez mais comum. Mas, você sabe com que idade congelar os óvulos? Confira no artigo!

Com que idade congelar os óvulos?

O congelamento de óvulos é idealmente indicado na faixa etária entre 30 e 35 anos. Isso porque, com o passar do tempo, a quantidade e a qualidade dos óvulos das mulheres diminuem e, aos 35 anos, é a primeira idade em que essa queda ocorre de forma mais significativa.

Porém, é preciso considerar o cenário ideal e o cenário viável. Se já chegou aos 35 e ainda não congelou os seus óvulos, considere que, quanto mais cedo este tratamento é feito, melhores as taxas de sucesso de gestação do futuro.

Por exemplo, é melhor congelar óvulos aos 36 anos, do que aos 38. Aos 38 anos do que aos 40 e assim por diante.

 Existe uma idade limite para o congelamento de óvulos?

Não há limite de idade determinado para o congelamento de óvulos, desde que a paciente tenha condições gerais de saúde para ser submetida ao procedimento.

Porém, é muito importante ressaltar que o congelamento de óvulos é um tratamento indicado para aumentar as chances de gestação com óvulos próprios no futuro.

Para mulheres com idade mais avançada, é possível que o custo/benefício da técnica seja muito reduzido, já que a quantidade e qualidade dos óvulos obtidos pode ser muito reduzida, sem aumentar de forma significativa a taxa de sucesso.

O momento específico em que essa inversão ocorre é individual e pode ser melhor estimado avaliando informações de saúde geral e reserva ovariana.

Lembre-se, essa avaliação é cuidadosa, detalhista e deve ser realizada por um médico especialista em saúde reprodutiva.

Em quais fatores é indicada a preservação da fertilidade?

A principal indicação para o congelamento de óvulos é o planejamento de gestação em idade mais avançada (acima dos 35 anos).

Além deste fator, situações de ameaça à reserva ovariana, independente da idade, também podem indicar o tratamento. São elas:

  • mulheres com indicação de tratamentos que utilizam medicações tóxicas aos ovários (quimioterápicos, por exemplo);
  • mulheres que serão submetidas a cirurgias ovarianas ou de grande manipulação da região pélvica.

Quais são os métodos de congelamento existentes?

O principal método de congelamento de óvulo é o de congelamento rápido ou vitrificação, que consiste em:

Congelamento rápido ou vitrificação

No caso da vitrificação, o processo de congelamento é rápido, o óvulo é submetido a baixa temperatura de forma abrupta.

Com este método, as chances de formação de cristais são menores e o resultado da recuperação do óvulo é bastante superior.

Gostou de saber sobre com que idade congelar os óvulos? Confira também nosso artigo sobre os mitos e verdades da reprodução humana.