Tempo de Leitura: 1 minutos

Você tem menos de 35 anos, mantém relações sexuais sem proteção duas ou três vezes na semana por um ano ou mais e não conseguiu engravidar? Antes de ficar frustrada por não conseguir conceber ou desistir do sonho de ser mãe, procure a ajuda de um especialista em reprodução humana.

Isso porque a infertilidade não é algo desejado, mas é comum e afeta 15% dos casais. A infertilidade inexplicada (sem causa aparente) está presente em 10% dos casais inférteis e o tratamento é empírico, uma vez que a causa é desconhecida. O objetivo dos tratamentos possíveis é aumentar a probabilidade de gravidez em menor tempo. Isso é muitas vezes conseguido com a Inseminação intra-uterina (IIU) ou com a Fertilização in vitro (FIV). Na infertilidade sem causa aparente (ISCA), a escolha do tratamento depende da idade do casal e do tempo de infertilidade.

Como a infertilidade inexplicada é mais comum em mulheres com mais de 35 anos, pode-se pensar que nesses casos está relacionada ao declínio da fertilidade devido à problemas na fertilização e no desenvolvimento embrionário, que não podem ser identificados com os testes diagnósticos comuns. Além disso, estudos mostram que depois de três anos de infertilidade inexplicada (sem causa aparente – ISCA), as chances de um casal conseguir engravidar de forma natural caem para menos de 50% em relação a quando começaram a tentar. Some-se a isso o fato que a fertilidade feminina cai ainda mais após os 37 anos.

Para esses casos, é recomendado que esses casais informem-se sobre Fertilização in vitro. A FIV pode ajudar o casal a engravidar num período mais curto e o processo pode fornecer mais detalhes sobre as possíveis causas da infertilidade. Além disso, as taxas de sucesso com a FIV são mais elevadas do que as obtidos com outros tipos de tratamento, girando em torno de 45%. Assim, a Fertilização in vitro é o tratamento mais eficaz e com melhor custo-efetividade para casos de infertilidade sem causa aparente (ISCA) em mulheres com mais de 36 anos de idade ou mais de três anos de infertilidade.

Mas o melhor profissional para determinar se esse é o melhor procedimento para o casal é o médico especialista. Se você tem dúvidas sobre o assunto, nos deixe uma pergunta nos comentários ou entre em contato.