Tempo de Leitura: 2 minutos

Até mesmo mulheres muito atentas ao ciclo menstrual e que tenham relações sexuais algumas vezes por semana podem demorar um pouco para engravidar. Se este é o seu caso, tente não entrar em pânico, pois isso é normal. De toda forma, veja alguns fatores que podem aumentar a dificuldade para engravidar.

1. Ciclos irregulares

Os hormônios secretados pelo hipotálamo, hipófise e ovários são responsáveis por regular seus ciclos menstruais. Assim, eventuais desequilíbrios hormonais decorrentes de estresse elevado, perda ou ganho de peso, uso de medicamentos e doenças como as da tireoide e hiperprolactinemia podem desregular sua menstruação. Um ciclo menstrual regular dura de 3 a 7 dias, com intervalos de 25 a 35 dias. Ciclos irregulares podem ser um sinal de anovulação (ausência de ovulação), uma das causas de infertilidade feminina, como na Síndrome de Ovários Policísticos.

2. Algumas condições médicas

Doenças ginecológicas como endometriose, adenomiose, miomas uterinos, pólipos endometriais, doença inflamatória pélvica e alterações nas tubas uterinas (trompas de falópio), muitas vezes causadas pela clamídia (Chlamydia trachomatis), bactéria que ascende pelo colo do útero e pode causar inflamação no endométrio e tubas.

3. Implantação

O embrião formado na tuba uterina, após a fertilização do óvulo pelo espermatozoide, não é capaz de se implantar no endométrio (camada interna do útero). Isso pode estar relacionado a diversos fatores como as trombofilias, que aumentam o risco de pequenos trombos no útero, dificultando o suprimento sanguíneo (ex.: síndrome do anticorpo antifosfolípide, mutações do fator V de Leiden e Protrombina, aumento da homocisteína etc); distorções anatômicas do útero, como os septos uterinos; alterações genéticas embrionárias, como síndromes e translocações genéticas.

4. Idade da mulher

Este é o principal fator prognóstico isolado. Quanto maior sua idade, menores são suas chances de engravidar. A fertilidade começa a cair a partir dos 32 anos e, principalmente, a partir dos 37 anos. Mas mesmo assim, é preciso lembrar que muitas mulheres com mais de 35 anos têm gestações tranquilas e bebês saudáveis.

5. Sêmen do parceiro

A qualidade e a quantidade de espermatozoides do seu parceiro pode afetar suas chances de gravidez. A produção de espermatozoides pode ser conprometida por doenças sexualmente transmissíveis não tratadas, calor excessivo (como uso contínuo de laptop no colo, hábito de andar de bicicleta constantemente), fumar, beber e usar drogas, caxumba e lesões nos testículos. Uma causa importante da queda de concentração e qualidade dos espermatozoides é o uso de anabolizantes, tanto em homens jovens quanto mais velhos.

6. Estilo de vida

Alguns hábitos do seu cotidiano, que refletem seu estilo de vida, podem acarretar maiores dificuldades em engravidar. Se você está muito acima ou muito abaixo do seu peso ideal, isto pode levar a disfunções hormonais que acabam prejudicando a ovulação. O consumo excessivo de álcool, o tabagismo e o consumo de drogas em qualquer escala também são fatores que podem interferir diretamente na sua fertilidade.

Caso você acredite que alguma desses fatores possa estar acontecendo com você e seu parceiro, não hesite em procurar seu ginecologista. Ele tomará todas as providências para investigar possíveis problemas e encaminhará o casal a um especialista em fertilidade, caso necessário. E lembre-se de tentar manter a calma, pois o estresse também pode interferir na hora de engravidar.