Tempo de Leitura: 2 minutos

Se você deseja realizar o sonho de ter um filho, mas está com dificuldades para engravidar, precisa compreender o que é fertilização e as principais informações relacionadas ao tema. Desta forma, fica mais fácil identificar o momento certo para buscar ajuda médica e descobrir possíveis tratamentos para infertilidade.

Afinal, o que é fertilização?

Podemos definir o que é fertilização como o momento exato em que o espermatozoide penetra no óvulo, dando início à geração de uma nova vida. Esse processo pode acontecer naturalmente ou com auxílio de tratamentos em clínicas de fertilização.

Quando procurar ajuda médica para engravidar?

Ao se deparar com a dificuldade de engravidar, uma das principais dúvidas é saber quando recorrer a uma clínica de fertilização para realizar diagnósticos e iniciar tratamentos — se necessário. O indicado é:

  • para casais, onde a mulher tem menos de 35 anos, sem problemas conhecidos: buscar ajuda especializada após um ano de tentativas sem sucesso;
  • para casais , quando a mulher tem mais de 35 anos, sem problemas conhecidos: procurar auxílio especializado após seis meses de tentativas sem êxito;
  • para mulheres ou homens com problemas conhecidos: assim que o casal tiver o desejo de engravidar.

Os principais tratamentos para infertilidade

Agora que compreendeu o que é fertilização, você precisa saber que existem diferentes tipos de tratamento para a infertilidade. A escolha do método dependerá do diagnóstico realizado por médicos especializados. Os principais são:

Relação Sexual Programada

A Relação Sexual Programada é o tratamento mais simples em reprodução humana. O procedimento visa solucionar problemas de ovulação e irregularidade menstrual. É indicado quando não há fator masculino na causa da infertilidade, nem problemas de saúde mais graves para as mulheres.

A primeira etapa consiste na indução da ovulação com medicamentos via oral ou injetável. Depois, é realizado o controle dos folículos por meio de um ultrassom até que atinjam o tamanho adequado para ovulação. Por fim, o casal é instruído a realizar relações sexuais no período indicado.

Esse processo também pode ser feito somente com controle ultrassonográfico de ciclo natural (sem medicação), somente em casos específicos.

Inseminação Artificial

Já a Inseminação Intra-uterina ou Artificial é indicada para casos em que o homem possui alterações seminais de nível leve a moderado, ou casais homoafetivos femininos, onde não existe nenhum fator de infertilidade.

O tratamento é intermediário e se inicia com a indução da ovulação. Depois, é realizado o processamento seminal, em que há uma separação dos melhores espermatozoides para, posteriormente, ser realizada a injeção do sêmen processado no útero da mulher. No caso dos casais homoafetivos, é utilizado sêmen congelado.

Fertilização in Vitro (FIV)

Por fim, a Fertilização in Vitro (FIV) é a técnica mais avançada de reprodução humana, na qual, o embrião é gerado fora do corpo da mulher e depois é transferido para o útero da paciente.

O procedimento é indicado para casais com problemas mais graves, como alterações seminais, endometriose, alterações tubárias, baixa reserva ovariana, entre outras.. Também é recomendado para casais que já tentaram outras técnicas e não obtiverem sucesso.

Gostou de descobrir o que é fertilização e quais os principais tratamentos para infertilidade? Aproveite também para conferir outros artigos como este no blog da VidaBemVinda!