Tempo de Leitura: 3 minutos

Você sabia que milhões de pessoas em idade reprodutiva ao redor do mundo sofrem com problemas de infertilidade? Apesar de ser uma questão delicada, saiba que existem bons motivos para manter a esperança em ter um bebê. Com o avanço da ciência, os tratamentos são cada vez mais eficientes e proporcionam que mais e mais famílias se completem com a chegada de um filho. Conheça agora algumas técnicas que podem ser empregadas para ajudar você e sua família:

1. Indução da ovulação

Medicamentos que liberam hormônios indutores da ovulação podem ser ingeridas em forma de pílulas, como citrato de clomifeno (Serophene®, Clomid®,  Indux®). Dessa forma, os folículos antrais (que contém óvulos) se desenvolvem, chegando a cerca de 2 cm, quando liberam os óvulos, que são “coletados” pelas tubas, permitindo o encontro com os espermatozoides e fecundação. Esse tipo de tratamento é indicado para mulheres que não ovulam regularmente, como na síndrome de ovários policísticos. É conhecido como Coito Programado ou Relação Sexual Programada.

2. Inseminação Artificial (ou inseminação intrauterina)

É realizada a indução da ovulação e quando a mulher vai ovular, o que é avaliado com os exames e controle de ultrassom, o sêmen é coletado e processado no laboratório de Reprodução Humana, aumentando a concentração dos espermatozoides móveis e progressivos (com boa movimentação). Esse sêmen é inserido diretamente no útero através de um cateter fino e flexível. Dessa forma, os espermatozoides com maior potencial de fertilização chegam às tubas uterinas e podem fecundar os óvulos. O teste de gravidez é feito após 15 dias. Esse tipo de tratamento é indicado para casais em que a mulher tem tubas normais e o homem tem uma alteração leve ou moderada do sêmen, além de casos de endometriose leve e ISCA (infertilidade sem causa aparente) em mulheres mais jovens.

3. Doação de esperma

O esperma saudável de um homem que não seja o parceiro é usado durante a Inseminação Artificial ou Fertilização In vitro (FIV).

4. Fertilização in vitro (FIV) e Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide (ICSI)

Neste tratamento, os óvulos são coletados após a estimulação ovariana e são fertilizados em laboratório com os espermatozoides. Dessa forma, é possível analisar cada embrião em desenvolvimento na incubadora e aqueles de melhor qualidade são transferidos ao útero. É um tratamento de maior complexidade em Reprodução Humana e as taxas de gestação giram em torno de 45%. Saiba mais.

5. Doação de óvulos

Óvulos podem ser obtidos a partir dos ovários de outra mulher (geralmente mais jovens) e fertilizados pelo espermatozoide do parceiro. Os embriões resultantes são transferidos para o útero da futura mãe. Saiba mais.

7. Doação temporária de útero

Conhecida erroneamente como “barriga de aluguel”, uma mulher doa seu útero para gestar no lugar de uma parente de até 4o grau, que é incapaz de engravidar ou gestar. A doadora do útero pode ficar grávida através da transferência do embrião formado pela fertilização in vitro, com óvulos e espermatozoides do casal parente. Também podem ser usados ​​óvulos e sêmen doados para a formação dos embriões.

8. Doação de embriões

Embriões são doados por casais submetidos à Fertilização in vitro. Muitas vezes os casais enrgavidam e optam por doar os embriões excedentes. O embrião doado é então transferido para o útero da mulher, após preparo endometrial adequado.

9. Cirurgia reprodutiva

Na mulher, diversos procedimentos cirúrgicos podem ser realizados para doenças como endometriose (laparoscopia), miomas uterinos (laparoscopia, histeroscopia), pólipos endometriais (histeroscopia), anormalidade anatômicas como as malformações Müllerianas (septo uterino, por exemplo) etc. Algumas doenças masculinas como varicocele podem necessitar de tratamento cirúrgico. A indicação cirúrgica deve ser bem ponderada e cuidadosamente analisada pelo especialista em conjunto com o casal, com o objetivo primário de melhorar a fertilidade e taxa de sucesso mesmo com tratamentos como a fertilização in vitro.

Agora você tem uma noção de todos os tratamentos que podem ser realizados para gerar uma gravidez. Quais são suas outras dúvidas? Entre em contato conosco.