Tempo de Leitura: 2 minutos

A coenzima Q10, ou CoQ10, ou ainda ubiquinona, é um composto de vitamina presente naturalmente na maioria das células do corpo humano.

Essa coenzima é uma rica fonte de energia para as mitocôndrias e é importante para a função básica das células. Além disso, a CoQ10 é um antioxidante potente, inibindo a oxidação de outras moléculas e consequentemente inibe os radicais livres de oxigênio, responsáveis por reações em cadeia nas células que geram a morte celular.

Recentemente, um estudo realizado com ratos, em Toronto, no Canadá, observou a coenzima Q10 como um suplemento para melhorar a fertilidade desses animais. Os camundongos fêmeas que receberam a coenzima Q10 produziram óvulos de melhor qualidade em comparação aos que não receberam a substância.

Este estudo, por ora, sugere que a coenzima Q10 seja uma substância em potencial para melhorar a fertilidade de mulheres com baixa reserva ovariana. No entanto, ainda não há publicações bem desenhadas sobre a CoQ10 em humanos, para tratamentos de problemas de fertilidade.

Coenzima Q10 e qualidade dos óvulos

Sabe-se que, no ser humano, as chances de engravidar diminuem com o aumento da idade da mulher. E a idade também interfere na qualidade do óvulo: mulheres mais velhas possuem maiores chances de produzir óvulos com anormalidades genéticas.

O óvulo humano é uma grande célula à espera de um espermatozoide. Quando o espermatozoide atinge o óvulo e libera os cromossomos, inicia-se, então, o desenvolvimento do embrião. Todo esse processo requer uma grande quantidade de energia, e essa energia é gerada pelas mitocôndrias, no interior das células.

Estudos científicos indicam que um dos problemas com os óvulos mais velhos é exatamente sua baixa produção de energia mitocondrial, que leva pesquisadores a acreditarem que os óvulos poderiam manter sua normalidade cromossômica se tivessem boas reservas de energia.

É exatamente nessa relação que se encontra a origem da teoria que pressupõe o uso da coenzima Q10 na fertilidade humana: mais energia concentrada nas mitocôndrias, maiores as chances de se gerar óvulos com normalidade cromossômica.

Mulheres com problemas de fertilidade devem tomar CoQ10?

Embora as pesquisas sobre os benefícios da CoQ10 tenham se iniciado há cerca de 50 anos, ainda não há evidências científicas suficientes para recomendar a ingestão de CoQ10 a todas as mulheres com dificuldades de engravidar.

Por outro lado, também não há sinais de prejuízos que a ingestão dessa coenzima possa trazer ao ser humano, uma vez que ela já é produzida naturalmente dentro de nossas células.

Assim, a CoQ10 pode ser considerada uma dose extra de uma vitamina que pode ser ingerida na dieta alimentar, uma vez que é encontrada abundantemente em carnes, principalmente as de órgãos, como fígado, coração e rins, óleo de gergelim, soja, nozes e feijões. E uma dieta alimentar rica e equilibrada, aliada a fatores como o controle de situações de estresse e sono em dia, criam condições favoráveis para a fertilidade humana.